Mulher grávida com sapatinhos rosas e azuis apoiados na barriga | Ultrassom pode errar o sexo do bebê?

Ultrassom pode errar o sexo do bebê?

 - (0) comentários

A gravidez é um estágio muito importante e as mamães e papais costumam ficar muito ansiosos para saber tudo do bebê: se está saudável, qual seu tamanho, qual seu peso, como está o desenvolvimento de cada parte do seu corpo e o sexo do bebê que está por vir. O ultrassom permite que o médico e os pais saibam todas essas informações, mas será que está sempre certo?

Como descobrem o sexo do bebê?

O primeiro trimestre da gravidez é o período em que deve ser feito o primeiro ultrassom, mas no bebê ainda não tem os órgãos genitais completamente desenvolvidos, o que impossibilita a identificação do sexo. O que é possível ver é uma estrutura chamada de tubérculo fetal e, a depender da posição do corpo do neném, o especialista pode sugerir se é menino ou menina, mas a chance de erro é grande.

Ao atingir as 16 semanas de gestação, os órgãos sexuais do bebê estão totalmente desenvolvidos e, de acordo com a sua posição, é possível ver com clareza qual é o sexo da criança. Também dá para ter a informação por meio de um exame que identifica o cromossomo Y no sangue da mãe: se ele estiver presente, é menino, se não, é menina.

Onde realizar os exames?

Você deve realizar o ultrassom em um local que ofereça qualidade e confiança, com profissionais qualificados e um atendimento que tire todas suas dúvidas. Para isso, a BAZA, clínica de exames de imagem no Rio de Janeiro, é o local ideal para você realizar seu exame, pois possuímos conhecimento, técnica e o que há de mais moderno em equipamentos de ultrassom. Agende seu exame conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *