Médica realizando um exame d eultrassom em uma mulher grpavida acompanhada pelo marido | O tipo ideal de ultrassom para cada estágio da gravidez

O tipo ideal de ultrassom para cada estágio da gravidez

 - (0) comentários

A partir do momento em que o exame dá positivo, tanto a mamãe quanto o papai querem correr para uma clínica de exames de imagem e realizar um ultrassom e garantir que está tudo bem com seu bebê. Em alguns casos, o casal quer fazer um exame por semana, mas essa necessidade não existe.

Entenda agora a importância do ultrassom na gravidez e o que ele analisa em cada estágio da gestação.

Para que serve o ultrassom na gravidez

O ultrassom é um exame de imagem utilizado para saber o sexo do bebê, seu peso, altura, posição e verificar o desenvolvimento do feto.

O exame é realizado graças a ondas sonoras de alta frequência que são lançadas para dentro do útero e que retornam em forma de eco, sendo transformadas em imagens pelo aparelho, revelando o formato do bebê, sua posição e alguns movimentos.

Apesar de o nome ser assustador, essas ondas sonoras de alta frequência não podem ser ouvidas pelo seu bebê. A frequência que os seres humanos conseguem ouvir só vai até 2 mil hertz, as ondas do aparelho de ultrassom são de cerca de 3 milhões de hertz. O ultrassom gestacional é um exame totalmente seguro, tanto para a mamãe quanto para o bebê.

Quantos ultrassons eu preciso fazer durante a gravidez?

O número exato de ultrassons deve ser decidido pelo médico obstetra que está acompanhando a sua gestação, mas normalmente quatro exames é o necessário para realizar um acompanhamento adequado.

O primeiro ultrassom realizado no primeiro trimestre, a partir da sétima semana, serve para checar se o crescimento do feto está adequado. O primeiro exame também é usado para descobrir quantos bebês devem ser esperados na gravidez e se é uma gravidez ectópica ou molar, aquela em que o bebê se desenvolve fora do útero.

Os próximos exames, pelo menos um no segundo trimestre e um no último, vão ser usados para garantir que o bebê se desenvolva como o esperado e para checar o nível do líquido amniótico e a placenta.

Para saber o sexo do bebê, é preciso segurar um pouco a curiosidade, só é possível no ultrassom do segundo trimestre, principalmente após a 16ª semana.

Quais tipos de ultrassom posso fazer durante a gravidez

Ultrassom Transvaginal

Esse tipo de exame é invasivo, mas é rápido e indolor. A onda é introduzida dentro da vagina para obter melhores imagens do útero e verificar o tempo de gestação e a localização do feto.

Ultrassom Morfológico

É o mais comum, em que o ultrassom é feito deslizando um condutor sobre a barriga da mulher. Com esse exame, é possível analisar a anatomia do bebê e, a partir da 16ª semana, identificar o sexo.

Translucência Nucal

Esse exame pode ser feito tanto deslizando o aparelho sobre a barriga quanto dentro da vagina. O exame serve para diagnosticar possíveis doenças cromossômicas no feto, como a Síndrome de Down.

Ultrassom 3D / 4D

O exame de ultrassom convencional é feito em apenas duas dimensões e proporciona imagens boas o suficiente para realizar o acompanhamento do bebê. Mas hoje já existem exames que possibilitam muito mais do que isso.

O exame 3D permite ver o bebê se mexendo. Já o 4D permite ter uma imagem muito mais real do feto, além de avaliar com muito mais precisão o volume de certas estruturas, como o coração e o pulmão.

Ultrassonografias no Rio de Janeiro

Todas essas sonografias podem ser realizadas na BAZA, clínica de exames de imagem na Barra da Tijuca. Além de aparelhos modernos e diagnósticos rápidos, a BAZA entende que esse é um momento muito especial e prioriza um atendimento de alta qualidade, para que você possa se sentir o mais confortável possível com a sua gravidez.

Agende seus exames na BAZA, onde profissionalismo e qualidade andam juntos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *