Mulher grávida fazendo exame de ultrassom | Importância do ultrassom com doppler na gravidez

Importância do ultrassom com doppler na gravidez

 - (0) comentários

Durante a gravidez, muitos pais e mães ficam ansiosos pela realização do ultrassom, para acompanhar o desenvolvimento do bebê e para vê-lo bem e saudável ainda dentro do útero. Apesar de ser um exame comum e muito aguardado pelas gestantes, ainda há muitas dúvidas a respeito, principalmente em relação ao ultrassom com doppler. Saiba mais sobre o exame e sua importância durante a gestação.

O que é ultrassom com doppler?

O ultrassom com doppler é uma ultrassonografia como as outras, feita à base de ondas sonoras que se convertem em imagem ao deparar-se com elementos sólidos em nosso corpo. A diferença é que, além de possibilitar a análise de órgãos, tecidos e estruturas, permite também visualizar o fluxo sanguíneo e sua permeabilidade nestas regiões.

Qual a importância do ultrassom com doppler na gravidez?

Durante a gestação, a ultrassonografia doppler é indicada para avaliar o sentido e a quantidade de fluxo sanguíneo que chega à placenta, e dela sai em direção ao feto. Usando uma espécie de coloração virtual, o exame permite a identificação de uma série de problemas relacionados à circulação sanguínea. Qualquer anormalidade nesses aspectos pode trazer prejuízos ao desenvolvimento do bebê, portanto, o ultrassom com doppler é fundamental para o acompanhamento seguro da gestação.

Problemas de saúde que podem ser detectados em um ultrassom com doppler

  • Restrição de crescimento do feto por deficiência nutricional (bebê PIG – pequeno para a idade gestacional).
  • Problemas com a placenta e suas artérias, que podem levar a um quadro de pré-eclâmpsia.
  • Líquido amniótico em quantidade inferior à recomendada.
  • Atividade ou condição cardíaca anormal no bebê.
  • Má-formação fetal.

Quando realizar o exame de ultrassom com doppler?

O exame pode ser realizado ainda no primeiro trimestre da gestação, para analisar se o fluxo da placenta e do cordão umbilical corresponde ao esperado. Os batimentos cardíacos do feto e a oxigenação do bebê (verificada pelas veias da cabeça) também são observados nesse primeiro exame.

No entanto, há quem adie a realização do exame para o último trimestre (entre a vigésima sexta e trigésima oitava semana de gestação), para observar as estruturas internas do bebê mais desenvolvidas.

Ultrassom com doppler é na Baza, clínica de imagens no Rio de Janeiro

Na Baza, clínica de imagens no Rio de Janeiro, você faz seus exames com total conforto e segurança, incluindo o ultrassom com doppler. Nossos equipamentos são modernos e de alta tecnologia, e contamos com um corpo de profissionais altamente qualificados. Agende seu exame.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *